8 exames periódicos imprescindíveis para a saúde da mulher (todas as idades)

Por:
8 exames periódicos imprescindíveis para a saúde da mulher (todas as idades)
5 de março de 2021 Dra. Nubia
saúde da mulher

Março é o mês internacional da mulher. Pensando nisso, a Clínica Viver preparou uma lista com os exames periódicos mais importantes para garantir a saúde da mulher em cada etapa da vida. 

Afinal de contas, muita gente não sabe, mas ser saudável não significa apenas comer bem, se exercitar e cultivar bons hábitos.

A saúde também vem em forma de prevenção e detecção precoce de doenças. É só manter em mente que quanto mais cedo uma doença é diagnosticada, mais simples, rápido e eficiente costuma ser o seu tratamento.

A recomendação é de que os exames periódicos tenham constância anual e se iniciem após a primeira menstruação, acompanhando a mulher ao longo da vida. 

Exames periódicos imprescindíveis para a saúde da mulher 

Confira abaixo quais são os exames periódicos que não podem faltar no seu check-up. 

Tenha em mente que a época para iniciar essas avaliações, bem como a frequência das consultas e exames vão depender da avaliação médica de cada paciente. Nesse sentido, merecem atenção diferenciada mulheres que apresentem:

  • gravidez;
  • câncer;
  • histórico familiar de doenças; 
  • doenças crônicas; 
  • imunodepressão. 

Caso você apresente algumas condições listadas acima, converse com o ginecologista sobre a melhor maneira de realizar os seus exames periódicos. 

Leia mais:

5 cuidados básicos para a saúde da mulher 

Exames periódicos para mulheres até os 20 anos

Com a chegada da menstruação, a mulher ainda está no início do seu período fértil. Nessa época ainda não existe predisposição para nenhuma das doenças mais comuns para as mulheres. Por isso, a avaliação costuma englobar a saúde no geral. 

Um dos pontos de atenção para essa faixa etária é a vacinação contra HPV. O Instituto Nacional de Câncer (INCA) indica que a idade mínima para a vacinação feminina é de 9 anos de idade. 

Vale lembrar que a vacina tetravalente contra HPV, apesar de ser melhor assimilada pelo corpo em idades menores, é uma ferramenta de proteção extremamente importante e eficaz se for tomada por mulheres adultas também, respeitando as faixas etárias preconizadas pelo Ministério da Saúde. Converse com seu médico.

Os exames periódicos recomendados para esse período são: 

  • Papanicolau (exame preventivo).
  • Exames de sangue: hemograma completo, perfil lipídico (colesterol), níveis hormonais e detecção de patologias existentes (clamídia, HIV, dentre outras). 
  • Ultrassom pélvico, por via abdominal ou transvaginal: sendo o primeiro recomendado para mulheres que ainda não iniciaram a vida sexual. 

Exames periódicos para mulheres entre 20 e 30 anos

Para mulheres de 20 a 30 anos, são mantidos todos os exames da lista anterior com a adição da ecografia das mamas. 

Por meio da ecografia tradicional das mamas, verificam-se tecidos, estruturas e glândulas mamárias. Assim, torna-se possível a localização de nódulos, lesões ou quaisquer outras alterações nas mamas. 

Apesar de não substituir a mamografia, a ecografia das mamas é classificada como um exame complementar no diagnóstico do câncer de mama e é o método mais indicado para pacientes mais novas, devido à densidade das mamas e também por esse exame não emitir radiação. 

Quando acompanhada da funcionalidade doppler, a ultrassonografia mamária também é capaz de avaliar o fluxo sanguíneo na região. 

Essa análise permite a avaliação mais detalhada de possíveis nódulos e tumores (caso sejam encontrados), permitindo prever as possibilidades de crescimento e proliferação da lesão. 

Leia mais:

5 doenças que mais acometem as mulheres

Exames periódicos para mulheres entre 30 a 40 anos

Dos 30 aos 40 anos, adiciona-se à carga de exames os cuidados com a tireóide, a partir da análise de hormônios tireoidianos (T3, T4 e TSH) na corrente sanguínea.

Além disso, outros exames que podem auxiliar na avaliação da tireóide são a cintilografia e a punção da tireóide, caso a médica verifique alguma alteração que exija uma investigação mais aprofundada. 

Leia mais:

Tireóide: como detectar distúrbios relacionados?

Punção da tireoide é dolorosa? Saiba como é feito o exame

Exames periódicos para mulheres entre 40 e 50 anos.

Com a chegada dos 40 anos, a mulher inicia seus últimos anos de período fértil. Nessa etapa da vida geralmente acontece o climatério e a menopausa, que trarão uma série de mudanças no organismo feminino. 

Nesse estágio, a mamografia entra como exame essencial para a detecção precoce de câncer de mama

O câncer de mama é o segundo câncer mais incidente no mundo, tendo registrado cerca de  2,1 milhões de casos em 2020. De acordo com o INCA, estima-se que 1 em cada 8 mulheres poderão desenvolver a doença. 

Um forte indicativo de predisposição da doença é o histórico familiar. Porém, todos os anos, diversas mulheres são diagnosticadas, mesmo sem terem casos de câncer aparente na família. 

Por isso, a melhor proteção contra o câncer de mama é a realização periódica da mamografia. Recomenda-se pela Sociedade Brasileira de Mastologia a frequência anual , caso os resultados tenham registrado mamas saudáveis. 

Leia mais:

4 exames para detectar o câncer de mama

Exames periódicos para mulheres acima dos 50 anos.

No período acima dos 50 anos, a mulher geralmente já atingiu seu estado de completa maturidade, encerrando o ciclo fértil da sua vida. 

Mulheres nesse período possuem uma predisposição maior a doenças cardiovascularesosteoporose. Essas doenças estão diretamente relacionadas ao período da menopausa e à redução da produção de estrogênio. 

Com isso em mente, os procedimentos a serem adicionados ao check-up de exames periódicos são:

  • Ecocardiograma e ecodopplercardiograma
  • Densitometria Óssea. 

Ecocardiograma

Está diretamente associado à avaliação da saúde do coração. Por não apresentar radiação para a construção de imagens, o ecocardiograma não tem contraindicações e pode ser realizado em qualquer momento da vida. 

Acompanhado da função doppler, o exame fica ainda mais específico, podendo avaliar também a circulação e vascularização da região cardíaca. 

Densitometria óssea

Avalia a massa óssea total da paciente, possibilitando o cálculo preciso de percentuais de perda de massa óssea. É o principal exame para o diagnóstico de osteoporose.

Além disso, tem como diferencial a capacidade de diagnosticar a osteoporose em seus estágios iniciais (osteopenia), que é o momento em quando a doença ainda é curável. 

Leia mais:

O que é osteoporose? Prevenção pela densitometria óssea

Por que os exames periódicos são tão importantes?

A maioria das doenças não apresenta sintomas em seus estágios iniciais. Porém, é exatamente nesses momentos que elas podem ser tratadas com mais facilidade e eficiência. Por essa razão, os exames periódicos são tão importantes. 

Como já dissemos anteriormente, cuidar da saúde deve ser um exercício diário de bons hábitos, aliado à uma rotina de prevenção e checagem médica. Todos esses cuidados são fundamentais para garantir a saúde da mulher. 

Agora que você já sabe a importância de estar em dia com seus exames periódicos, você já checou os seus?

A Clínica Viver é referência em exames de imagem no Distrito Federal. Aqui aliamos o que há de mais moderno na medicina diagnóstica com uma equipe especializada, oferecendo sempre um atendimento humanizado e ético. 

Se você está em Brasília ou Entorno e tem exames solicitados, faça seu agendamento online e venha cuidar da sua saúde conosco!