5 cuidados básicos para a saúde da mulher

Por:
5 cuidados básicos para a saúde da mulher
12 de março de 2020 Dra. Nubia
saúde da mulher

Além de seguir as recomendações básicas sobre alimentação e exercícios físicos, para se manter saudável você precisa estar atenta às mudanças do seu corpo. 

 Cuidar da saúde é, em grande parte, uma questão de hábito. Com cuidados básicos você pode prevenir doenças, ter mais disposição para lidar com a sua rotina e, até mesmo, envelhecer com mais disposição. Acompanhe!

1. Alimentação Saudável

A alimentação saudável é um dos pilares para a saúde de qualquer mulher. Embora seja uma recomendação “clichê”, ter uma alimentação saudável pode ser um grande desafio para as mulheres modernas, devido à jornada dupla. 

Por estarem sempre atarefadas com afazeres no trabalho e em casa, a tentação de optar por uma solução fácil na hora da alimentação, como fast-foods e pratos instantâneos, pode falar mais alto. 

Para evitar que isso aconteça e prejudique a sua saúde, planeje suas refeições semanalmente. Se você tiver um planejamento de alimentação, com alimentos saudáveis em todas as refeições, será difícil cair na tentação dos alimentos instantâneos e junk food. Você pode tirar um dia de domingo, por exemplo, e preparar uma variedade de pratos para levar ao longo da semana para o trabalho. Congele tudo e faça as suas marmitas! 

E, claro, consulte um nutricionista ou endocrinologista periodicamente para seguir com uma dieta alinhada com as necessidades do seu corpo e com o desempenho do seu metabolismo.

2. Exercícios Físicos

Assim como na alimentação saudável, a atividade física é mais um cuidado básico de saúde que acaba sendo ignorado quando a rotina fica mais apertada. 

“Não tenho tempo”, “minha rotina é muito cansativa”… Esses são os principais argumentos utilizados. No entanto, lembre-se: ao inserir atividades físicas como um hábito em sua rotina, seu corpo produzirá mais serotonina e endorfina, neurotransmissores que contribuem com a sensação de bem-estar, reduzindo o estresse e a ansiedade. 

Além disso, tais estímulos influenciam positivamente na memória e na capacidade de raciocínio, mantendo o corpo com mais disposição. 

Portanto, quanto mais atribulado for o seu dia a dia, mais necessário será contar com essa liberação de energia para preservar, não só a sua saúde física, como a sua saúde mental.

 Mesmo com a dificuldade de tempo, é possível fazer pelo menos 30 minutos de exercícios todos os dias, ou pelo menos 5 vezes por semana. Você pode se exercitar em casa, na academia ou na rua. O importante é não ficar parada!

3. Saúde Mental

Não basta só cuidar do corpo com alimentação saudável e exercícios. Para uma vida equilibrada, é fundamental estar atenta à sua saúde mental. 

Doenças psiquiátricas como a depressão e ansiedade são cada vez mais comuns entre mulheres jovens. Isso porque, além do estresse normal da rotina, fatores biológicos como a flutuação hormonal durante o ciclo menstrual podem contribuir para o surgimento desses distúrbios. 

Por isso, é muito importante respeitar os ciclos do seu corpo e conhecer seus limites. Não espere uma crise de ansiedade ou depressão para só então procurar ajuda. Se você sente que está constantemente estressada, ansiosa, tem dificuldades para dormir e falta energia para desempenhar as tarefas do dia a dia, procure um psicólogo para conversar. Isso pode lhe poupar de problemas maiores no futuro. 

Lembre-se de adotar as melhores práticas para se manter bem: faça terapia, se possível, procure atividades que te ajudem a focar no momento presente — como a meditação —, e, claro, separe um tempo para se divertir. O mais importante é não negligenciar esses cuidados e ter sempre momentos dedicados para você mesma e para fazer atividades que te dão prazer.

4. Saúde Sexual

Manter uma uma vida sexual ativa com saúde e equilíbrio faz parte dos cuidados básicos da mulher. Afinal, a prática também contribui para a liberação de endorfinas que atuam no sistema nervoso para diminuir a sensibilidade à dor, relaxar a musculatura, diminuir o estresse e melhorar o humor.  

É possível que algumas mulheres apresentem problemas em relação à sexualidade que as impeçam de desfrutar os benefícios de uma vida sexual saudável. Distúrbios como falta de desejo sexual, dor durante a relação sexual ou incapacidade de chegar ao orgasmo podem e devem ser tratados. Para isso, procure um ginecologista de sua confiança. Ele saberá te orientar quanto ao tratamento adequado. 

E, claro, previna-se contra IST (infecções sexualmente transmissíveis) em todas as relações, conheça os métodos contraceptivos disponíveis e invista em conhecer cada dia mais o próprio corpo. 

Leia também:

Exames ginecológicos: conheça os principais

 

5. Consulte-se com um ginecologista periodicamente

Mesmo seguindo todos os cuidados com alimentação, exercícios físicos, saúde mental e física, existem outros fatores que não podemos controlar. Nesse sentido, recomenda-se a toda mulher consultar-se anualmente com o ginecologista.

As consultas periódicas são importantes por serem também um método preventivo. Os médicos responsáveis geralmente solicitam exames de check-up para avaliar seu estado geral de saúde. Tipos como densitometria óssea e ultrassom transvaginal são bons exemplos de exames preventivos indicados para o check-up da mulher. Além disso, exames para prevenção de câncer de mama estão, também, dentre os mais solicitados em um check-up. 

Esses são os 5 cuidados básicos com a saúde que toda mulher deve ter para manter sua qualidade de vida e bem-estar. Mantenha em equilíbrio esses 5 aspectos da sua saúde e temos certeza que você se tornará uma mulher ainda mais forte e cheia de energia para lidar com as tarefas do dia a dia.

 

Na Clínica Viver temos diversos pacotes de exames para acompanhar a saúde da mulher e te ajudar a ser a melhor versão de si mesma. CLIQUE AQUI para consultar os exames disponíveis.  

Você também pode agendar sua consulta na Viver online, basta clicar AQUI

 

Leia Também:

Exames que mulheres na faixa dos 30 anos devem realizar em seu check up

5 doenças que acometem mais as mulheres

Exames que devo fazer para prevenir o câncer do Colo do Útero

Por que a mulher engorda na menopausa?