4 exames para detectar o câncer de mama

Por:
4 exames para detectar o câncer de mama
26 de setembro de 2019 Dra. Nubia
Mulher fazendo exames que detectam câncer de mama

De acordo com o Inca, o câncer de mama é um dos cânceres mais comuns entre mulheres do Brasil. Tendo esse dado como perspectiva, é importante que as mulheres procurem por acompanhamento médico, realizando o check up anualmente para um diagnóstico precoce.

Dentre os exames que podem ser realizados para detectar o câncer de mama, estão: exame de sangue, mamografia, ultrassonografia mamária, ressonância magnética e autoexame das mamas. Entenda melhor sobre cada um deles a seguir!

 

  • Mamografia

 

A mamografia é um exame muito importante para as mulheres, pois é capaz de detectar tumores nas mamas precocemente, além de outras alterações, como calcificações e lesões. 

Geralmente é recomendada após os 40 anos, ou depois dos 35 anos no caso de mulheres e homens que possuam histórico de câncer de mama na família. Além disso, pessoas com sintomas de tumores nas mamas devem realizar o exame o mais breve possível.

Ela é realizada por meio de um aparelho chamado mamógrafo. Com a pessoa posicionada em pé, de frente para o aparelho, duas chapas compressoras examinarão as mamas, vertical e horizontalmente.

Em média, o exame leva de 5 a 10 minutos para ser realizado e pode causar desconforto. Entretanto, os preparos para ele são simples. A recomendação básica é não usar produtos como desodorantes ou cremes nas axilas (pois pode interferir no resultado do exame) e realizar o exame fora do período menstrual (pois as mamas costumam estar mais sensíveis nesse período, o que deixaria o exame mais doloroso).

Mamografia: tire suas dúvidas sobre o exame

 

  • Ultrassonografia mamária

 

A ultrassonografia mamária é um exame preventivo, recomendado para o check up de mulheres abaixo de 40 anos. Apesar de não substituir a mamografia, o exame também consegue detectar diversas alterações mamárias, que podem indicar o câncer de mama

É realizada por meio de ondas sonoras de alta frequência, que transformam-se em imagens da estrutura interna da mama. 

Além disso, o exame é indolor e, no máximo, gera um pequeno desconforto.

 

  • Ressonância magnética

 

A ressonância magnética é um método de rastreamento indicado, de modo geral, para pacientes com alto risco. Além disso, serve também como exame complementar após a descoberta do câncer de mama, para detectar a possível existência de outros tumores e para dar uma dimensão mais exata da área atingida pelo câncer.

Com duração média de 20 minutos, o exame de imagem é realizado em uma máquina grande que gera imagens de alta definição da parte interna do corpo.

 

  • Autoexame das mamas

 

O autoexame das mamas é um dos exames mais simples para ser realizado, mas também muito eficaz. Por isso é importante que todas as mulheres, após a puberdade, realizem o autoexame da mama pelo menos uma vez por mês.

A grande vantagem do autoexame da mama é o fato de que a mulher pode realizá-lo sozinha, sem usar aparelho algum. Assim, é mais fácil fazer um acompanhamento mais frequente e observar possíveis mudanças na estrutura das mamas.

Existem três formas de realizá-lo:

  1. Em frente ao espelho: é a forma mais prática de observar mudanças visuais, como alterações nos mamilos ou no formato das mamas;
  2. Deitada: com os braços por trás da cabeça, o ideal é que a mulher apalpe as mamas em movimentos circulares e, depois, lineares em direção aos mamilos. O objetivo é tentar observar algum nódulo;
  3. Em pé: no autoexame em pé, o objetivo é também encontrar alguma alteração como a aparição de nódulos. Assim como no anterior, é importante que a mulher apalpe os seios em movimentos circulares e lineares. Além disso, é necessário pressionar os mamilos e observar o possível surgimento de alguma secreção.

Ao realizar o autoexame, saiba que as secreções mais importantes pelo mamilo são as do tipo transparente, como água, ou sanguinolentas, que saem espontaneamente,  sem apertar o bico do seio. É necessário destacar também que, apesar de muito importante, o autoexame da mama não substitui os exames médicos. Por isso, atente-se ao check up anual. 

Caso você observe qualquer tipo de alteração no autoexame, procure o médico mastologista de sua confiança.

———————————————————–

Na Clínica viver, possuímos pacotes de exames ideais para o momento de vida de cada pessoa. Assim é possível acompanhar a sua saúde de perto.

Quer saber mais sobre? Clique aqui.

Para agendar um exame de imagem conosco, clique aqui e agende agora mesmo!

Leia mais: