5 exercícios indicados para quem tem osteoporose

Por:
5 exercícios indicados para quem tem osteoporose
24 de novembro de 2021 Dra. Nubia
exercícios indicados para quem tem osteoporose

A osteoporose é uma doença que afeta a saúde dos ossos e exige uma série de cuidados, principalmente para evitar fraturas. Por causa disso, muitos pacientes acabam tendo receio de realizar atividades físicas, para evitar possíveis riscos. 

 

Na verdade, é justamente o contrário!

 

Pessoas que apresentam esse problema – ou quem quer se prevenir dele – precisam incluir em sua rotina diária atividades que fortaleçam os músculos e os ossos.

 

Naturalmente, quem já tem osteoporose precisa fazer isso com a orientação de profissional especializado, para minimizar possíveis riscos.

 

Neste artigo, você vai conhecer 5 exercícios indicados para quem tem osteoporose e por que eles são importantes.

 

Boa leitura!

 

Osteoporose e atividades físicas: orientações gerais

No caso de pessoas já diagnosticadas com osteoporose, certos exercícios físicos podem ser importantes por diferentes motivos, como:

  • Fortalecer e ganhar massa muscular, trazendo mais proteção para os ossos;
  • Aumentar a densidade óssea;
  • Reduzir as dores provocadas pela osteoporose.
  • Trazer mais equilíbrio e coordenação, prevenindo quedas.

 

Pensando nisso, listamos a seguir 5 tipos de exercícios que podem ser bastante úteis para obter esses benefícios.

 

Porém, é fundamental ter antes a liberação médica para realizar atividades físicas, além de contar com a orientação e/ou supervisão de profissional habilitado para isso, a fim de minimizar os riscos de lesões.

 

Além disso, a intensidade com a qual será realizada cada atividade vai depender do grau de tolerância de cada paciente, conforme o estágio da doença. 

 

Uma dúvida frequente de muita é: usar corticoide pode causar osteoporose? Saiba a resposta neste artigo do Blog!

 

Exercícios indicados para quem tem osteoporose

Veja, a seguir, uma lista dos exercícios mais benéficos – e seguros – para quem apresenta essa condição e por que eles são importantes.

 

1. Musculação

Dentre os exercícios indicados para quem tem osteoporose, a musculação é um dos mais recomendados pelos médicos.

 

Isso porque essa prática promove o ganho de massa muscular, além de contribuir para o ganho de força e equilíbrio.

Quando feita corretamente, a musculação também ajuda no fortalecimento ósseo, pois o levantamento de pesos auxilia no aumento da densidade óssea.

 

Quais são os fatores que determinam sua densidade óssea? É a genética, a alimentação, os hábitos de vida? Saiba as respostas neste artigo!

 

2. Caminhadas

As caminhadas também podem são um dos exercícios indicados para quem tem osteoporose, principalmente pelo seu fácil acesso e por conta do baixo impacto que causa nos ossos e articulações.

 

Caminhar por cerca de 30 minutos ao dia, já é possível colher benefícios, como o fortalecimento dos ossos e a melhora da coordenação motora.

 

Os únicos cuidados são utilizar calçados adequados – nada de chinelos – que tragam boa estabilidade, além de caminhar em locais longe de carros e sem a presença de irregularidades, que possam aumentar o risco de acidentes ou quedas.

 

Finalmente, busque realizar essa atividade sempre na companhia de alguém.

 

Não é só a osteoporose que pode afetar os ossos. Conheça 3 doenças dos ossos, com seus sintomas, diagnósticos e formas de prevenção! 

 

3. Subir escadas

Caso a condição física geral permita, subir escadas também podem ser uma opção de exercício interessante para quem tem osteoporose. Lembrando que já existem equipamentos em academias que simulam essa atividade.

 

Subir escadas promove, em algum grau, parte dos benefícios da musculação (fortalecimento muscular e coordenação) e também da caminhada (fortalecimento ósseo e equilíbrio). 

 

Novamente, o mais importante aqui são os cuidados quanto à prevenção de quedas e acidentes, como o uso do corrimão e de calçados adequados. Como sempre, é indicado que isso seja feito com orientação profissional e sempre na companhia de alguém.

 

Você sabe as diferenças entre osteopenia e osteoporose? Conheça cada uma dessas condições e os cuidados que elas pedem acessando este outro artigo!

 

4. Hidroginástica

Talvez aqui esteja a opção mais segura dentre todas as citadas neste artigo.

 

Praticar hidroginástica é uma excelente maneira de garantir que os ossos e os músculos de todo o corpo sejam fortalecidos.

 

Os exercícios feitos dentro da água oferecem um mínimo de impacto possível para o corpo, diminuindo o risco de fraturas, trabalhando tanto força quanto condicionamento cardiovascular.

 

Como se trata a osteoporose? Conheça o que pode ser feito em cada grau da doença acessando este outro artigo!

 

5. Fisioterapia

Para quadros mais graves de osteoporose, a fisioterapia é a opção mais recomendada.

 

Isso porque, nesses casos, a fisioterapia será feita principalmente como forma de tratamento médico, atuando – de acordo com as orientações médicas – nas queixas específicas do paciente, sejam elas o combate à dor, a prevenção de quedas, a recuperação de fraturas, entre outras finalidades.

 

O trabalho do fisioterapeuta é importante em todas as fases de tratamento do paciente, atuando em conjunto com o(a) médico(a) de referência.

 

Como cuidar da saúde dos ossos e prevenir a osteoporose? Confira todas as dicas neste artigo do nosso Blog!

 

Exercícios não recomendados para quem tem osteoporose

Como dissemos no início, existem exercícios indicados para quem tem osteoporose, contanto que sejam indicadas pelo(a) médico(a) e feitas de forma adequada, com a devida orientação e/ou supervisão. 

 

No entento, exercícios que trazem muito impacto aos ossos e às articulações, sobrecarga (muito peso na musculação, por exemplo) ou aqueles que aumentem o risco de quedas e/ou fraturas devem ser evitados.

 

Osteoporose: os exercícios são só parte do tratamento

Como vimos, os exercícios físicos regulares são parte importante do tratamento e da prevenção em relação à osteoporose, mas não são os únicos cuidados necessários.

 

Para tratar e prevenir o problema, outras também são importantes, como:

  • Ingerir alimentos ricos em cálcio;
  • Manter os índices de vitamina D nos níveis indicados.
  • Evitar o tabagismo;
  • Não consumir álcool excessivamente.
  • No caso das mulheres – as mais afetadas – manter um acompanhamento próximo com especialista, principalmente quanto às alterações hormonais provocadas pela menopausa.

 

Garantir a saúde dos ossos é essencial para a manutenção de uma boa qualidade de vida. Basta pensar que essas estruturas são as responsáveis pela sustentação geral do organismo e proteção de órgãos vitais, sendo a prática de exercícios uma excelente forma de tratar a doença.

 

Ao prevenir a osteoporose, você também previne acidentes e fraturas, que podem ser muito graves e levar a outros problemas e complicações.

 

Nesse sentido, manter o acompanhamento médico regular e os exames de densitometria óssea periodicamente é fundamental.

 

Para realizar seus exames, considere a Clínica Viver como sua melhor opção!

 

Somos referência em Brasília em diagnósticos por imagem e investimos constantemente em oferecer equipamentos de ponta em um ambiente confortável e acolhedor para nossos pacientes.

 

Todos os nossos exames são realizados por médicos, garantindo mais precisão, segurança e agilidade em seus resultados.

 

Se você está em Brasília ou Entorno e tem exames de imagem solicitados, venha cuidar da sua saúde conosco!

 

QUERO AGENDAR MEUS EXAMES NA VIVER