Atitude Saudável

Como cuidar da saúde dos ossos e prevenir a osteoporose?

A osteoporose é uma doença que afeta a densidade óssea, tornando os ossos porosos, finos e frágeis. Estima-se que a Osteoporose afete cerca de dez milhões de brasileiros ao redor do mundo e, desses números, 3 em 4 pacientes são do sexo feminino

Acompanhe o artigo para saber mais sobre a doença e formas de preveni-la.

O que é a osteoporose? 

Enquadrada como uma condição metabólica, a osteoporose se configura clinicamente quando existe uma perda maior que 30% da massa óssea no organismo. Especialmente com o envelhecimento, a capacidade de absorção de minerais e cálcio pelos ossos diminui e essa é uma das principais causas de perda de massa óssea. 

Leia mais: 

Osteoporose: o que é e quais são os sintomas? 

A osteoporose é uma doença silenciosa, que funciona de maneira progressiva: isto é, sua rede de sintomas vai variar de acordo com a quantidade de massa óssea perdida. Contudo, na maioria das vezes, os sintomas não são identificáveis até que aconteça uma fratura. Nesses casos, a osteoporose já está em um quadro clínico avançado. Estima-se que no Brasil ocorram cerca de 2,4 milhões de fraturas por conta da osteoporose a cada ano.

Quais são os fatores de risco? 

A osteoporose é uma doença que geralmente acomete as pessoas idosas. Porém, seus efeitos podem surgir nas mulheres bem mais cedo, devido aos desdobramentos hormonais da menopausa. Isso está diretamente ligado ao declínio na produção de estrogênio o hormônio feminino reprodutor que é um dos responsáveis pela fixação de cálcio nos ossos. Por essa razão, as mulheres a partir de 50 anos são mais propensas a desenvolverem a doença. 

Outros fatores de risco associados à osteoporose são: histórico familiar de ocorrência da doença, tabagismo, sedentarismo, baixa exposição à luz solar, uma dieta pobre em cálcio e vitamina D, deficiências endócrinas, utilização prolongada de certos medicamentos, como a cortisona. 

Apesar de serem menos afetados que as mulheres, os homens não estão livres de desenvolver a doença. No caso deles, observa-se que os fatores de risco são: baixo índice de massa corporal, diabetes, problemas na tireoide, falta ou excesso de exercício físico e o uso de alguns medicamentos imunossupressores e para epilepsia. 

Como prevenir? 

A prevenção da osteoporose está fortemente ligada à adoção de hábitos saudáveis no cotidiano. Leia a seguir os principais e adeque-os à sua rotina.

Pratique exercícios físicos

A prática de atividade física ajuda em diversos setores da saúde, não apenas na saúde óssea. Porém, representam um fator essencial para a prevenção da osteoporose, pois ajudam na manutenção de massa óssea. Caminhadas, atividades aeróbicas e musculação são uma boa pedida, ainda mais se aliadas a um bom banho de sol. 

Recomenda-se que a carga semanal de exercícios seja de pelo menos 30 minutos por dia, 5 vezes na semana. 

Tome banhos de sol 

Uma das principais deficiências no corpo relacionadas à osteoporose diz respeito à vitamina D. A escassez dessa vitamina dificulta a absorção de cálcio pelos ossos e por isso, é um fator chave para o desenvolvimento da doença.

Uma boa constância para os banhos de sol é três vezes por semana, por pelo menos 10 minutos. Porém, é importante lembrar de utilizar protetor solar e tomar sol em horários de menor intensidade até as 10h da manhã ou depois das 16h, para prevenir insolações e queimaduras.

Cuide da alimentação 

A vitamina D, além de auxiliar na absorção de cálcio pelos ossos, também atua combatendo radicais livres associados ao processo de envelhecimento, ajudando a diminuir alguns fatores como rugas e linhas de expressão. Ela pode ser encontrada não apenas na luz solar e em diversos alimentos, como: morango, caju, laranja, mirtilo, manga, goiaba e folhas verde, como o brócolis. 

Além da vitamina D, uma alimentação rica em cálcio é essencial para prevenir o desenvolvimento da osteoporose. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde) é recomendado que se consuma entre 1.000 mg a 1.300 mg de cálcio diariamente, isso equivale a  três porções de leites e derivados. Basta pensar que um copo de leite tem cerca de 250 mg de cálcio. 

Apesar de encontrarmos o cálcio em maior proporção em leites e derivados, ele também pode ser encontrado em soja, grãos e folhas escuras. 

Não pule seus check-ups! 

A osteoporose é uma doença silenciosa; isso quer dizer que, na maioria dos casos, não apresenta sintomas até que esteja muito avançada. O quadro clínico antes da osteoporose se chama osteopenia e, ao contrário da osteoporose, é reversível. 

Por essa razão, a realização de check-ups anuais regulares, especialmente para mulheres que já passaram dos 50 anos ou que estão experimentando os sintomas da menopausa, é de extrema importância. Para os homens, recomenda-se uma atenção especial, no que se refere à osteoporose, a partir dos 70 anos, ou antes disso, quando apresentarem algum fator de risco.

O exame utilizado para o diagnóstico da osteoporose é densitometria óssea. É caracterizado por ser um exame rápido, com baixos níveis de radiação e fornece um relatório completo sobre sua condição óssea, sendo o mais apropriado para esse caso.

Leia mais: 

Que médico procurar para um check-up? 

Caso seja diagnosticada antes de configurar um quadro de osteoporose, a doença poderá ser tratada com suplementação alimentar de cálcio, adoção de hábitos saudáveis, dentre outros! 

A osteoporose afeta uma grande parcela da população de uma maneira silenciosa e o melhor cuidado que você pode tomar é se prevenir! 

Já possui um pedido médico de exames em mãos? Então, clique aqui e agende seu check-up conosco

Envelhecer com saúde é a melhor maneira! A Clínica Viver quer ajudar a cuidar de você nessa etapa da sua vida! Por isso preparamos um infográfico especial. Clique aqui para conferi-lo! 

Baixe aqui infográfico envelhecer saudável

  

Recomendados