Sem categoria

Principais diferenças entre trombose e varizes

Você já ouviu alguém falar que tromboses e varizes são condições semelhantes? 

Apesar de serem ocasionadas por situações diferentes, ambas afetam a mesma região do corpo e comprometem a circulação do sangue.

Para que não haja mais confusão, neste artigo você vai entender quais são as diferenças entre trombose e varizes, quais as semelhanças, como identificar cada uma delas e quando você deve procurar ajuda médica especializada. 

Boa leitura!

Trombose e varizes: o que são?

A trombose é uma doença causada por um trombo, que é quando um coágulo de sangue se forma dentro de uma veia ou artéria, interferindo na passagem do restante do sangue.

Caso esse coágulo se mexa, circulando pelo corpo e mudando de lugar, a pessoa estará em um quadro de embolia, condição considerada gravíssima se atingir órgãos vitais, como o coração, o pulmão e o cérebro.

Já as varizes, diferente do que muitas pessoas imaginam, não são ocasionadas pela obstrução das veias, mas sim por conta de sua dilatação.

Com o passar da vida, as veias naturalmente perdem a sua elasticidade. Com isso, elas começam a se dilatar e as válvulas não se fecham mais eficientemente, dificultando o bombeamento do sangue até o coração e causando mais dilatação.

Essa dilatação das veias faz com que parte do sangue, que não foi bombeado, fique estagnado, gerando a aparência conhecida das varizes.

Confira nesse artigo o que pode acontecer se você não tratar as varizes:

O que acontece se eu não tratar as varizes?

Principais diferenças entre trombose e varizes

Agora que você já conhece melhor as duas condições, confira quais as principais diferenças entre e trombose varizes:

1. Origem

Como você viu, a trombose se origina de um coágulo sanguíneo que se forma na veia, já as varizes têm como sua origem a dilatação das veias.

Principais diferenças entre trombose e varizes
Trombose: formação de um coágulo dentro de um vaso sanguíneo
Principais diferenças entre trombose e varizes
Varizes: veias dilatadas e tortuosas

2. Sintomas

As varizes podem se apresentar da seguinte maneira:

Já o portador de trombose, sente e apresenta os seguintes sintomas:

Se você possui histórico de trombose na família ou apresentar alguns dos sintomas, o ideal é consultar um médico para avaliar o seu caso, realizar o diagnóstico e indicar o tratamento adequado.

3. Risco a saúde

Uma das principais diferenças entre trombose e varizes é o nível de risco à saúde que elas trazem.

O trombo deve ser tratado com seriedade desde o seu surgimento, pois a trombose tem potencial para levar uma pessoa à morte pelo risco de embolia produzido por ela.

Já as varizes são capazes de diminuir bastante a qualidade de vida e, quando surgem, são muitas vezes – e erroneamente – consideradas apenas um problema estético. 

Mas não se engane: as varizes favorecem a formação dos coágulos que podem evoluir para trombose e até embolia pulmonar.

A indicação é fazer o acompanhamento clínico e tratar as varizes, principalmente nos casos avançados, para reduzir o risco dela levar a uma trombose.

Principais relações entre trombose e varizes

A trombose e as varizes também apresentam algumas semelhanças, confira alguma delas:

Veias

Tanto as varizes quanto a trombose aparecem nos vasos sanguíneos, principalmente as veias. A trombose também pode acometer as artérias, gerando um risco grave para a saúde do coração.

Você sabe como a Covid-19 pode afetar o funcionamento do seu coração? Confira nosso e-book sobre o assunto:

Teve Covid-19 e se curou?

Teve Covid-19 e se curou? Atenção ao seu coração!

Região afetada

Além de surgirem principalmente nas veias, as duas condições também acabam aparecendo principalmente nas pernas.

Isso ocorre por conta do tamanho dos membros inferiores, que ocupam uma grande parte do corpo humano. O trabalho que o coração tem para bombear sangue deles é mais difícil do que do braço, por exemplo.

Varizes podem ocasionar trombose

Como você já viu, varizes e tromboses não estão distantes, já que uma variz pode acabar ocasionando uma trombose. A dilatação da veia faz com que a circulação sanguínea seja mais lenta.

Se essa lentidão chegar a um nível extremo, ela pode fazer com que o sangue coagule, formando um trombo.

Quando procurar um cardiologista

As doenças cardiovasculares costumam apresentar sintomas que, muitas vezes, passam despercebidos.

Casos graves de trombose e complicações com varizes podem acabar afetando o coração, levando a um infarto, por conta disso é indicado que o paciente procure um cardiologista para avaliar a situação.

Se o seu check-up vascular não está em dia, principalmente se você já foi vítima da COVID-19, marque a sua consulta na Viver, a clínica mais preparada de Brasília para cuidar da sua saúde.

Caso a condição não apresente grandes riscos para o coração, o cardiologista indicará um angiologista, médico especializado em operações cardiovasculares, para dar procedimento a sua remoção.

Cliquei aqui e agende o seu exame na Clínica Viver!

Recomendados