Clínica Viver

Exames de Imagem - Clínica Viver

Punção na mama dói? Esclareça as principais dúvidas

A punção na mama é um procedimento muito comum para investigar lesões mamárias, sendo que é por meio dele que se colhe amostras, que serão depois analisadas em laboratório, para esclarecimento diagnóstico.

A punção na mama pode ser feita pelo procedimento de core biopsy (agulha grossa) ou pela chamada punção aspirativa por agulha fina (PAAF), sendo geralmente indicada após exames como a mamografia ou a ultrassonografia das mamas terem levantado alguma suspeita. 

Em muitos casos, a punção na mama pode ser motivada por nódulos percebidos pela própria paciente, o que aumenta a importância do autoexame das mamas

Apesar de tão importante, muitas mulheres ainda têm dúvidas e receios sobre o procedimento. Para esclarecer todas essas dúvidas, acompanhe o artigo! 

Punção na mama: as principais dúvidas

Punção, agulha, biópsia: todas essas palavras podem causar receio em algumas pessoas.

Contudo, é importante ressaltar que o procedimento é feito com todo o cuidado, a fim de gerar o menor incômodo possível à paciente. Além disso, a importância que esse procedimento tem para sua saúde supera, em muito, qualquer possível incômodo que ele venha causar. 

A punção mamária – seguida da análise laboratorial – é o que irá esclarecer, de maneira definitiva, as suspeitas levantadas nos exames de imagem.

Confira abaixo as principais dúvidas relacionadas à punção na mama:

1. Como é feito o procedimento de punção na mama? 

Normalmente, a punção da mama não precisa de nenhum tipo de preparo, além da aplicação prévia de uma anestesia local, para que a paciente não sinta qualquer incômodo durante o procedimento.

A depender do objetivo da análise, pode ser usada uma agulha fina (PAAF), para que seja retirada uma pequena quantidade de tecido para análise, ou a core biopsy (agulha grossa), quando a intenção é retirar fragmentos para investigação.

Depois de coletado, esse material é enviado para a chamada análise histopatológica, que é quando as células colhidas serão avaliadas, para definição diagnóstica. Após isso é emitido um laudo com o resultado definitivo. 

Com esse laudo em mãos, o mastologista vai avaliar se a lesão é ou não benigna e definir os próximos passos em seu acompanhamento. 

Caso o laudo confirme malignidade, ele também traz importantes informações, como o tipo de câncer de mama, o estágio em que se encontra, além de guiar as estratégias e melhores abordagens para o tratamento.

Se você quer saber todos os detalhes da biópsia de mama, em nosso Blog você encontra um conteúdo específico sobre o tema:

Biópsia da mama: como é feita e como interpretar o resultado?

Qual a diferença entre PAAF e core biópsia?

2. A punção das mamas é dolorosa? 

Não. Como dissemos anteriormente, o procedimento geralmente é realizado com a aplicação de anestesia local, para que a paciente não sinta qualquer tipo de incômodo durante sua realização.

No entanto, após o procedimento é comum que algumas pacientes sintam a área um pouco dolorida por alguns dias, bem como notar a aparição de pequenos hematomas no local, devido à manipulação.

Para minimizar esse tipo de incômodo, os médicos costumam prescrever analgésicos para serem usados nos primeiros dias após o procedimento, caso a paciente sinta algum incômodo.

Mas, não se preocupe, como o acesso é feito através de agulhas, a lesão na pele é mínima e costuma estar cicatrizada já em poucos dias. 

3. Quanto tempo dura a punção das mamas? 

A realização do procedimento é bem rápida, durando em torno de 15 minutos. Com a aplicação da anestesia, pode levar um pouco mais de tempo, mas não muito mais que isso.

O que pode levar um pouco mais de tempo é a entrega dos resultados que, como dissemos anteriormente, geralmente leva até 1 semana, dependendo do local onde o exame foi feito. Isso se deve ao fato de que é feita uma análise muito criteriosa e detalhada das células colhidas na mama, já que este resultado irá pautar todo o restante do tratamento.

Quer saber como funciona a punção por agulha grossa (core biopsy)? Então não deixe de conferir este artigo do nosso blog: 

Core biopsy de mama: o que é e para que serve

4. O que o exame pode detectar? 

O principal objetivo do exame de punção mamária é classificar as lesões analisadas, como benignas ou não, a fim de definir um possível diagnóstico de câncer de mama. Caso isso se confirme, o exame também é capaz de definir o tipo de câncer e em qual estágio ele se encontra.

O exame também é importante caso o resultado seja benigno. Nesse caso, pode-se indicar que os nódulos sejam esvaziados pelo mesmo procedimento de punção ou ser feito outro tipo de tratamento.

É comum surgirem caroços nas mamas, mas isso não significa necessariamente um câncer de mama. Neste artigo do Blog, te mostramos várias outras possibilidades: 

Caroço nas mamas: conheça as 7 principais causas!

5. Quais são os cuidados após a punção da mama? 

Apesar da recuperação, após o procedimento, ser geralmente tranquilo, algumas mulheres com mais sensibilidade podem necessitar de maiores cuidados.

Nesse sentido, pode ser necessário que você utilize um sutiã especial durante os próximos dias, para maior conforto da região. Também é recomendado evitar pressões nessa área, como o uso de roupas muito apertadas ou atividades que gerem atrito ou muita movimentação do local. 

As tiras de fita  que podem ter sido feitas no local do acesso não devem ser retirados sem supervisão e acompanhamento médico, assim como as trocas de curativos. 

Ele também poderá prescrever analgésicos para um maior conforto durante a recuperação. A única contraindicação é a ingestão de medicamentos que contenham aspirina ao menos 3 dias depois do procedimento, devido ao risco de sangramento. Por isso, tome apenas se o médico te prescrever. 

A punção da mama geralmente não apresenta riscos para as pacientes. Contudo, fique atenta a sintomas como: 

Esses são sinais de que algo pode não estar certo com sua recuperação e precisa ser avaliado pelo seu médico. 

Você já deve saber da importância dos check-ups. Mas sabia que existe também o check-up das mamas? Para saber mais, acesse o artigo abaixo:

Como é Feito o Check-up Das Mamas?

Punção na mama: procure a Clínica Viver!

Esperamos que, neste ponto do artigo, você tenha obtido todas as informações que precisava sobre punção na mama e esteja mais tranquila quanto a isso.

A melhor forma de encarar é pensando na importância que esse procedimento tem para garantir a sua saúde. Podemos dizer que é o tipo de avaliação que salva vidas!

Apesar de toda essa importância, vale lembrar que os cuidados com as mamas envolvem outros fatores, como a frequência às consultas de rotina e a realização dos exames solicitados. 

Por isso, mesmo que você não tenha notado nada estranho em seu autoexame das mamas, ainda assim são importantes as visitas regulares ao ginecologista. 

Aqui, na Clínica Viver, oferecemos as melhores tecnologias em exames de imagem, para que você tenha sempre o diagnóstico mais preciso e seguro. Além disso, nosso time de profissionais experientes e atenciosos estão preparados para te oferecer todo o cuidado e acolhimento necessários.

Se você está em Brasília ou Entorno e tem exames solicitados, venha cuidar da sua saúde conosco!

Quero agendar meus exames na Clínica Viver! 

Recomendados