Os Riscos da Pré-eclâmpsia – Causas, Sintomas e Como Evitar

Os Riscos da Pré-eclâmpsia – Causas, Sintomas e Como Evitar
20 de maio de 2019 Dra. Nubia
Avatar
Destaques, Doenças
pré-eclâmpsia

O Que É Pré-eclâmpsia?

A pré-eclâmpsia é, dentre as doenças hipertensivas da gestação, uma das principais causas de morte materna, prematuridade e restrição de crescimento intraútero no Brasil.

Ela acontece, em média, em 6% das gestações. Pode atingir a mãe, o feto, e, às vezes, os 2 aos mesmo tempo.

Esta condição também é chamada de PE, DHEG (doença específica da gravidez) ou de toxemia.

pré-eclâmpsia

A pré-eclâmpsia é uma doença que surge após a 20ª semana de gestação. Na mãe, a doença é caracterizada pela hipertensão, além da perda de proteínas pela urina e o consequente acometimento de órgãos maternos.

No feto, é comum o atraso no crescimento, o CIUR – crescimento intrauterino restrito. Este pode evoluir para a morte do feto, partos prematuros e para a morte neonatal, após o parto, por complicações associadas à prematuridade.

O maior risco da pré-eclâmpsia é a evolução para a eclâmpsia.

 

Causas da Pré-Eclâmpsia

A hipertensão é caracterizada pela pressão arterial máxima maior ou igual a 14 mmHg ou pressão arterial mínima maior ou igual a 9.0 mmHg, medidas em pelo menos 2 ocasiões com intervalo de 4 horas.

Existem alguns fatores maternos que aumentam o risco de pré-eclâmpsia como: ser da raça negra, ter diabetes, hipertensão, lúpus ou obesidade, possuir histórico familiar ou pessoal de pré-eclâmpsia, ou das doenças anteriormente listadas. Gravidezes de gêmeos ou que ocorram antes dos 18 ou após os 35 anos podem representar risco.

 

Sintomas

A proteinúria é perda de proteína pela urina maior ou igual a 300 mg em 24 horas. Com essa perda, pode acontecer de a mãe ter reações que incorram no aumento da pressão.

Essa hipertensão provoca uma série de problemas na mãe. Os órgãos maternos mais acometidos são:

  • os rins, podendo levar à insuficiência renal,
  • o fígado, causando uma disfunção hepática, e dor abdominal,
  • o sistema nervoso central, levando à confusão mental, escotomas, cefaleia, acidentes vasculares cerebrais e convulsões, e
  • quando se estabelece a eclâmpsia, com consequentes alterações nas plaquetas, podem ocorrer sangramentos generalizados.

 

Diagnóstico e Tratamento da Pré-eclâmpsia

Alguns estudos tem demonstrado que, com o rastreamento combinado de medida da pressão arterial média, dosagem de uma proteína no sangue materno, a PGLF, e o ecodoppler de artérias uterinas entre a 11ª e a 13ª semanas, podemos detectar 90% das pacientes que desenvolverão pré-eclâmpsia precoce, ou seja, antes de 34 semanas, e 75% de pré-eclâmpsia pré termo, ou seja, antes de 37 semanas de gravidez.

Para as pacientes que apresentarem indicações de virem a desenvolver pré-eclâmpsia é indicado o uso de aspirina 150 mg/dia da 12ª semana até a 36ª, a fim de reduzir o risco em 60 a 75% de efetivamente desenvolver a doença. Devem, também, reduzir o consumo de sal e ficar de repouso.

A reavaliação com 22 semanas, 32 semanas e 36 semanas também é indicada.

Se preferir ver este conteúdo em vídeo, clique abaixo.

A Clínica Viver

Nós, da Clínica Viver de Brasília, consideramos que, acima de tudo, a informação é sua melhor companheira na busca por uma vida saudável.

Estamos sempre à disposição para responder suas dúvidas, mesmo que você não esteja em Brasília.

Oferecemos, da mesma forma, vídeos com informações importantes em nosso canal de saúde, no Youtube.

Se você está em Brasília, estamos sua disposição. Será um prazer cuidar da sua saúde.

A Clínica Viver de Imagens Médicas, em Brasília, tem os mais modernos aparelhos de ultrassonografia, mamografia digital e densitometria óssea.

Realizamos, da mesma forma, punções de tireoide e mama, além de biópsias.

Passeie por dentro da Clínica Viver, navegando por fotos 360º, a fim de conhecer nossa excelente estrutura.

Além disso, temos profissionais experientes e preparados para consultas nas especialidades de Endocrinologia, Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia, a fim de cuidar de seus exames e da sua saúde.

Ligue para a Viver – Tel: (61) 3034-8833 ou WhatsApp: (61) 9937-12157.

Conseguimos agendar sua consulta com ginecologista ou obstetra e/ou exame até para o mesmo dia. Fazemos os exames que ajudam no diagnóstico da pré-eclâmpsia.

 

Se precisar, igualmente, de ultrassonografias, densitometrias, mamografias, tomografia, endoscopias ou biópsias em Planaltina-DF e região, procure a Clínica Afetus.

A Clínica Afetus também oferece consultas de gastroenterologia, cirurgia geral, ortopedia, clínica médica, mastologia, ginecologia e obstetrícia, angiologia, cirurgia vascular, cardiologia, reumatologia, urologia e neurologia em Planaltina/DF.

Comentários (0)

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*