Nódulos benignos e malignos na mama: quais as diferenças?

Por:
Nódulos benignos e malignos na mama: quais as diferenças?
15 de outubro de 2021 Dra. Nubia
Nódulos benignos ou malignos na mama: quais as diferenças

Uma das grandes preocupações das mulheres que descobrem um nódulo na mama é saber se é benigno ou não.

Vale destacar que, de todos os tipos de formações nas mamas, como cistos, ou nódulos – especialmente em mulheres até os 50 anos – cerca de 90% são benignos.

Ainda assim, como parte dos casos pode ser de nódulos malignos, é importante que as mulheres estejam atentas às suas características, para saber diferenciá-los.

Independentemente do tipo, o primeiro passo deve ser sempre buscar ajuda médica o quanto antes – com ginecologista ou mastologista – para que seja feita uma avaliação.

Confira neste artigo as principais diferenças entre nódulos benignos e malignos, e quando os sinais são mais preocupantes.

Acompanhe!

Diferenças entre nódulos benignos e malignos na mama

Por uma série de fatores, podem surgir diferentes tipos de nódulos,  e formações nas mamas, que podem ou não oferecer riscos para as mulheres. Entender a diferença entre os nódulos benignos e malignos é importante para se cuidar melhor.

Confira a seguir os principais tipos de nódulos:

Nódulos benignos

Esse tipo de formação normalmente indica uma proliferação localizada e limitada de células do tecido mamário ou um acúmulo de líquido na região.

Os nódulos benignos mais comuns são:

  • Fibroadenoma – Tipo de nódulo benigno mais frequente entre as mulheres, especialmente entre os 20 e 30 anos. É comum ocorrer em ambas as mamas. Trata-se de um tipo de caroço rígido, que não causa dor ou incômodo, e que também pode aparecer nas axilas. É comum aparecer no período menstrual ou durante a gravidez, devido às alterações hormonais ou por tendência genética. 
  • Cistos – Normalmente se assemelham a uma estrutura oval ou arredondada, com acúmulo de líquido em seu interior. Eles podem aparecer em uma ou em ambas as mamas, sendo dolorosos ou não. Em muitos casos, estão associados às alterações hormonais da chegada da menopausa. 
  • Alterações fibrocísticas – Tipo de nódulo comum durante o período menstrual, muitas vezes dolorosos, mas que melhoram após a menstruação. 
  • Retenção de leite – Alteração também conhecida como “leite empedrado”, são formações endurecidas pelo acúmulo de leite nas mamas. Podem ser bastante dolorosas para a mulher, causando desconforto também para amamentar.
  • Esteatonecrose – Processo inflamatório que ocorre quando ocorre algum trauma na região da mama, muitas vezes associados a procedimentos cirúrgicos nas mamas, como na mamoplastia. Basicamente, é a parte que sofreu o trauma tentando cicatrizar.
  • Abscesso mamário – Ocorre quando há algum tipo de infecção na mama. O tratamento para o abscesso é feito a partir da drenagem do abscesso, além do uso de antibióticos para tratar a infecção. 

Os nódulos benignos em geral têm uma localização bastante limitada, sendo fácil determinar suas borda, e são móveis , podendo ser deslocados de um lado para outro na mama.  Além disso, as chances de um nódulo benigno evoluir para um câncer de mama é praticamente zero.

Conheça como é feito o procedimento de mamografia na Clínica Viver e, se desejar, aproveite para agendar seu exame conosco!

Nódulos malignos

Grande temor de toda mulher que identifica um nódulo nas mamas, as alterações cancerígenas apresentam características bem diferentes das que vimos anteriormente.

Enquanto que os nódulos benignos podem ocorrer em qualquer fase da vida adulta da mulher, desde a juventude, os nódulos malignos têm uma forte associação com idade, sendo raros em mulheres com menos de 35 anos e mais frequentes após os 50 anos.

Nos casos de câncer de mama as formações nodulares não são bem localizadas e delimitadas. Em geral, é mais difícil definir seus limites e suas bordas, sendo comum se espalharem para outras regiões, como as axilas.

Além disso, esse tipo de nódulo é mais rígido e fixo ao local onde surgiu, não se movendo com a palpação.

Além da presença dos nódulos com as características citadas acima, o câncer de mama apresenta outros possíveis sinais e sintomas, como: 

  • Irritação na pele da mama – É importante observar a presença de vermelhidão, escurecimento, retração ou enrijecimento da pele das mamas.
  • Inchaço ou assimetria – Diferente do inchaço que ocorre nos períodos menstruais, esse tipo associado ao câncer de mama ocorre em apenas uma das mamas, podendo levar a deformações e assimetrias.
  • Inversão do mamilo – Quando um mamilo normal começa a se retrair, também é um sinal preocupante, que deve ser avaliado pelo mastologista.
  • Secreção pelo mamilo – Secreções são comuns nas mamas, em algumas situações, porém, as características preocupantes são quando essa secreção sai de forma espontânea (sem precisar apertar), sendo transparentes ou com presença de sangue.
  • Coceira na aréola e mamilo – Caso você perceba esse sintoma há algum tempo, que não se resolve rapidamente, também é motivo para uma avaliação.

Confira, neste artigo, quais são os exames mais importantes para prevenir o câncer de mama!

Nódulos nas mamas: faça seus exames na Clínica Viver! 

Neste artigo vimos as principais diferenças entre os nódulos benignos e malignos, assim como seus riscos e formas de identificá-los.

Apesar disso, a principal forma de diagnosticar precocemente o câncer de mama, aumentando as chances de cura, é realizando as consultas e os exames preventivos, principalmente a mamografia.

Para realizar seus exames, considere a Clínica Viver como sua opção!

Somos referência em exames de imagem no Distrito Federal, certificados com o selo de qualidade em mamografia pelo Colégio Brasileiro de Radiologia e pelo Instituto Nacional do Câncer.

Não apenas durante o Outubro Rosa, mas durante todo o ano, a Clínica Viver tem como missão oferecer aos seus pacientes um tratamento humano e ético, sempre garantindo um diagnóstico seguro.

Caso você esteja em Brasília ou Entorno, agende online agora mesmo seus exames e venha cuidar da sua saúde conosco!

 

QUERO AGENDAR MEUS EXAMES NA VIVER

 

Estes artigos também podem te interessar: