Pólipo no Útero (uterino): o que é, sintomas e como tratar

Por:
Pólipo no Útero (uterino): o que é, sintomas e como tratar
17 de agosto de 2020 Dra. Nubia
Destaques, Doenças
polipo no utero

Os pólipos uterinos são também chamados de pólipos endometriais ou pólipos de útero. Dependendo da parte do útero onde se localizam, também podem ser pólipos de colo do útero. Pólipos são nódulos que se desenvolvem na camada que reveste o útero internamente, o endométrio.

Temos um pólipo quando o tecido da paredede algum órgão (mucosa) cresce de maneira incomum. Isso é mais frequente de ocorrer em pessoas acima dos 50 anos.

É importante saber que a grande maioria dos pólipos é benigna, pois somente 3% tendem a se malignizar e tornarem-se câncer. Geralmente, os pólipos maiores que 1,5 cm, presentes em pacientes acima de 60 anos, são os que têm maior chance de malignização.

O que são pólipos no útero (endometrial)?

De forma resumida, os pólipos uterinos ou endometriais são nódulos que crescerem a se aderiram à parede interna do útero que se estendem para a cavidade uterina. O crescimento excessivo das células de revestimento do útero (endométrio) leva à formação de pólipos uterinos, também conhecidos como pólipos endometriais.

Esses pólipos geralmente não são cancerosos (benignos), embora alguns possam ser cancerígenos ou eventualmente se transformar em câncer (pólipos pré-cancerosos).

Os pólipos uterinos variam em tamanho de alguns milímetros – não maiores que uma semente de gergelim – a vários centímetros – do tamanho de uma bola de golfe ou maiores. Eles se prendem à parede uterina por uma base grande ou uma haste fina.

Você pode ter um ou vários pólipos uterinos. Geralmente, eles ficam contidos no útero, mas ocasionalmente escorregam pela abertura do útero (colo do útero) para a vagina. Os pólipos uterinos ocorrem mais comumente em mulheres que estão passando ou já concluíram a menopausa, embora mulheres mais jovens também possam desenvolvê-los.

 

Sintomas de Pólipos no Útero

Os principais sintomas da existência de pólipos uterinos são muito comuns em mulheres, o que dificulta o diagnóstico, pois podem significar outras condições. Eles são:

  • irregularidade nos períodos menstruais, normalmente com aumento do fluxo,
  • sangramentos vaginais entre menstruações e após as relações sexuais,
  • dor, aumentada durante o período menstrual,
  • dificuldade de engravidar, pois há dificuldade na fixação do(s) óvulo(s) fertilizado(s) no útero.

Como esses sintomas são comuns a diversas outras patologias, somente com um exame de imagem podemos ter a certeza de qual problema é o causador desses sintomas.

No caso, o exame indicado é a ultrassonografia transvaginal.

Prefere ver este conteúdo em vídeo? Abaixo, a Dra. Nubia fala sobre pólipos uterinos.

 

Pólipos Uterinos são perigosos? O que podem causar?

Sim, é preciso tomar cuidado quando o assunto é pólipo uterino. Por isso, nunca é demais lembrarmos da importância de acompanhamento médico. Os pólipos de útero podem causar:

  • infertilidade, pois dificultam a implantação do embrião, e ocasionam aumento do fluxo menstrual,
  • sangramentos depois das relações sexuais e após a menopausa, e
  • infecções.

O exame de escolha para detecção dos pólipos é a ecografia transvaginal com dopplerfluxometria. O exame que vai demonstrar uma imagem semelhante a um badalo de sino, ao passo que o doppler mostrará que há com fluxo sanguíneo na região.

As vezes, o pólipo pode sair pelo canal uterino e ser identificado pelo(a) ginecologista durante o exame. Porém, não é indicada a retirada com torção no consultório, pois a base do pólipo pode permanecer, situação em que existe o risco de malignização.

A imagem mostra algumas das possibilidades de localização dos pólipos uterinos.

Tratamento dos Pólipos Uterinos

O tratamento mais recomendado é a retirada do pólipo por histeroscopia. A técnica consiste em introduzir um aparelho muito fino na cavidade do útero, com uma microcâmera em sua extremidade. O pólipo é então ressecado e, com uma pequena tesoura, dependendo de seu tamanho, é dividido em fragmentos e retirado.

Este procedimento é geralmente realizado sob anestesia, mas em alguns casos pode ser feito em consultório e geralmente leva entre 5 e 30 minutos.

O procedimento não costuma ser doloroso. No entanto, você pode sentir algum desconforto durante o procedimento. O seu médico pode prescrever algum tipo de sedativo para você tomar com antecedência e a dosagem da anestesia dependerá do propósito de sua histeroscopia.


A Clínica Viver

Nós, da Clínica Viver de Brasília, consideramos que, acima de tudo, a informação é sua melhor companheira na busca por uma vida saudável.

Estamos sempre à disposição para responder suas dúvidas, mesmo que você não esteja em Brasília. E, se você está em Brasília, estamos sua disposição. Será um prazer cuidar da sua saúde. Oferecemos, também, vídeos com informações importantes em nosso canal de saúde, no Youtube.

A Clínica Viver de Imagens Médicas, em Brasília, tem os mais modernos aparelhos de ultrassonografia, mamografia digital e densitometria óssea. Realizamos, da mesma forma, punções de tireoide e mama, além de biópsias.

Passeie por dentro da Clínica Viver, navegando por fotos 360º, a fim de conhecer nossa excelente estrutura.

Além disso, temos profissionais experientes e preparados para consultas nas especialidades de Endocrinologia, Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia, a fim de cuidar de seus exames e da sua saúde. Ligue para a Viver – Tel: (61) 3034-8833 ou WhatsApp: (61) 99937-12157.

Conseguimos agendar seu exame para acompanhamento de pólipos uterinos até para o mesmo dia, já que temos 9 salas de ecografia. Aceitamos os principais convênios e você já sai da clínica com seu resultado.

Leia mais:

Se precisar, da mesma forma, de ultrassonografias, densitometrias, mamografias, tomografia, endoscopias ou biópsias em Planaltina-DF e região, procure a Clínica Afetus.

A Clínica Afetus também oferece consultas de gastroenterologia, cirurgia geral, ortopedia, clínica médica, mastologia, ginecologia e obstetrícia, angiologia, cirurgia vascular, cardiologia, reumatologia, urologia e neurologia em Planaltina/DF.

Comentários (0)

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*