Cuidados com transporte público em tempos de Covid-19

Cuidados com transporte público em tempos de Covid-19
8 de maio de 2020 Dra. Nubia
Cuidados com transporte público em tempos de Covid-19

Embora a recomendação dos órgãos de Saúde, em tempos de Covid-19, seja evitar transitar pelas cidades, muitas pessoas precisam trabalhar, ir ao mercado e realizar outras atividades fora de casa que demandam, muitas vezes, do uso do transporte público. Mas como se proteger nos ônibus e nos metrôs, onde circulam pessoas vindo de tantos lugares diferentes?

Nós trouxemos os cuidados essenciais na hora de usar o transporte público. Confira!

Ao sair de casa

O primeiro passo para se cuidar em sua trajetória, é começar a proteção desde a saída de casa. Portanto, siga essas recomendações:

Use máscara

A máscara é essencial na hora de sair de casa, pois ela te ajudará a se proteger da exposição direta a gotículas ao seu redor. Ela deve ser de  uso individual, cobrir totalmente a sua boca e o seu nariz e ficar bem ajustada ao rosto.

Ainda, recomenda-se usar uma máscara descartável em caso de suspeita de coronavírus, ter outra reserva para trocá-la sempre que estiver molhada, não tocar a parte da frente da máscara com as mãos, não deixá-la presa no pescoço e guardá-la dentro de um saco de papel ou plástico perfurado na bolsa para evitar a sua exposição a outros objetos.

Leve o seu álcool em gel na bolsa

É primordial que você tenha com você um frasco de álcool em gel 70% para poder higienizar as mãos, os seus objetos pessoais, como o celular, e superfícies de contato enquanto estiver na rua ou no transporte público.

No transporte público

Depois de sair de casa equipado com tudo que precisa, é importante se atentar para os cuidados que deve ter na rua e no transporte público. Veja só:

Evite tocar a boca, os olhos e o nariz

Seja no metrô ou no ônibus, não tem jeito. Para garantir a mobilidade dentro do transporte público, é preciso segurar em barras de apoio, que mesmo que fossem higienizadas constantemente, ainda assim seriam perigosas. São inúmeras pessoas usando o mesmo ônibus ou vagão do metrô todos os dias e passando germes para esses locais. Por isso, a atenção deve ser redobrada ao se usar o transporte público.

Mantenha a distância de, pelo menos, 1,5m de outras pessoas

No transporte público, pode ser complicado conseguir ficar longe de outras pessoas, por isso, caso seja possível, que tal procurar horários alternativos para evitar as aglomerações? Uma outra solução é esperar um próximo ônibus ou metrô mais vazios.

Abra as janelas dos ônibus

Se você irá transitar pela cidade de ônibus, busque abrir as janelas para manter o ônibus bem ventilado. Assim, você contribui com todos, visto que ambientes fechados estão mais propícios à transmissão do vírus.

Cubra a boca ao tossir ou espirrar

Bateu aquela vontade de tossir ou espirrar no transporte público (ou em qualquer outro lugar)? Lembre-se de cobrir a boca com a parte interna do braço, assim, você evita que as gotículas do seu espirro ou tosse se espalhem pelo espaço.

Use o álcool em gel

Subiu ou desceu do transporte público? Higienize as suas mãos com o álcool em gel que você levou na bolsa. Assim, você se protege contra as superfícies que tenha tocado, como as barras de apoio.

Ao chegar ao seu destino, lembre-se de higienizar as mãos com álcool em gel ou com água e sabão, respeitando as técnicas recomendadas pelos órgãos de Saúde para uma higienização mais completa.

Ao chegar em casa

Após um dia de circulação pela cidade e uso do transporte público, é importante você tomar alguns cuidados em casa. Portanto, siga essas dicas:

  • Descarte a sua máscara, caso ela seja descartável;
  • Coloque a sua máscara para lavar, caso ela seja de pano;
  • Coloque as suas roupas para lavar; e
  • Tome um banho antes de ter qualquer contato com seus familiares.

 

Caso queira saber os cuidados completos para se ter ao chegar em casa, clique AQUI e veja as dicas da Clínica Viver de Imagens Médicas para você.

 

Veja também:

10 mitos e verdades sobre o Coronavírus

Como cuidar da saúde mental durante a pandemia do coronavírus